Quinta-feira, 6 de Agosto de 2009

Hoje de manhã era para ir à praia. Mas acabei por não ir porque o tempo piorou. Então decidi ficar em casa a tocar guitarra e a aprender a escala (muito muito obrigada Joana Maria). Mas foi então que às 12.03 o meu telemovel tocou avisando que tinha uma mensagem nova. Peguei nele e o ecran de fora mostrava "Mafalda M." parei durante uns segundos. Ontem eu liguei-lhe ao fim da tarde para saber como ela estava. Uma conversa de dois minutos. Perguntei as notas dos exames de segunda fase. Mas, catorze a bio (ela é aluna de 17 a bio). Perguntei pelas ferias. Não têm sido grande coisa, nem tinha ido para nenhum sitio. Ganhei coragem e finalmente perguntei pela mãe dela "Hmm não está muito bem".

 

A mãe dela estava no hospital desde Dezembro. Tinha de ser operada ao cérebro por causa de um tumor. E apesar de a operação ter corrido bem, de os médicos terem dito que foi um sucesso... A mãe continuava internada.

 

Então a Mafalda, rapariga de 17 anos, vivia ora sozinha ora com a tia. Ia todos os dias para o hospital. Fazia das tripas coração para tentar manter as boas notas e conseguir sair da escola as 18h para so entrar em casa se fosse preciso à uma. E ela sabia que a mãe não estava bem. Ela sabia que a mãe não podia estar bem, depois de lhe dizerem que estava tudo bem quando foi preciso darem.lhe uma injecção para ela acordar. Sabia que a mãe não estava bem quando a obrigaram a fazer quimioterapia todos os dias durante uma semana e que a mãe teve de pedir para pararem porque já nao aguentava mais. Ela sabia que a mãe não estava bem quando esta foi para os cuidados paleativos e lhe retiraram a medicação para so retomar duas semanas depois. Mas ela acreditava que ia ter de volta a mãe.

 

Ela dizia-me que mesmo quando a mãe estava a "dormir" ela falava, contava-lhe o que se tinha passado, fazia os trabalhos e relatava-lhe o que fazia. E ela dizia que depois quando ela acordava falava de coisas que a Mafalda achava ter-lhe contado enquanto ela estava em coma induzido. Mas nunca sabia ao certo. Andava tao cansada que não sabia o que tinha contado quando ela estava acordada ou a dormir.

 

Ela tornou-se fria, corajosa, sem nunca deixar de ser uma das pessoas mais carinhosas que conheço. Um dia contou-me tudo o que se tinha passado até a mãe ter tido aquela operação. E no fim olhou para a frente "Sabes que mais? Eu sei que a minha mãe vai morrer. Por muito que os medicos digam que não eu sei que ela vai. Eu so quero que ela va quando sentir que é o melhor para ela." E olhou para mim, sorriu e voltou a dizer que o tal rapaz é mesmo giro.

 

Tudo isto me passou pela mente quando peguei no telemovel. Abri-o e tinha esta mensagem:

 

"Ola bom dia é so para informar que a minha mae morreu hoje! lamento nao poder telefonar a toda a gente mas é impossivel. beijinhos mafalda"

 

 Eu fiquei estática com o telemovel na mão. De repente tudo se tornou claro para mim. De repente já so ouvia o meu choro. A minha mãe ouviu-me e entrou em casa e abraçou-me preocupada. Contei-lhe o que tinha acontecido. A minha mae ja a chorar disse tambem "Calma, ela esta bem onde esta agora" e a unica coisa que eu consegui dizer foi "E a mafalda?"

 

A Mafalda esta orfã. O pai morreu quando ela tinha dez anos. Agora a mãe. Eu acredito que a mãe agora já não sofre mais. E a mafalda?

 

Fiquei aterrorizada. Li a mensagem outra vez, a naturalidade dela, a frieza dela... Só conseguiam demonstrar, como eu a conhecendo, que desmornou por dentro. A capa manteve-se mas ela desmornou. Deu-me vontada de a abraçar. De lhe dizer que a adoro. De dizer-lhe mais uma vez o quanto a admiro. De dizer-lhe que queria ter 1/3 da coragem dela.

 

Mas quando lhe liguei e ela atendeu a única coisa que consegui dizer de jeito foi "Podes contar comigo para o que for preciso" a voz dela era a mesma de sempre, a atitude a mesma do dia anterior. Apteceu-me dizer-lhe "Mafalda podes chorar, tens esse direito" mas não tive coragem. Apenas "Podes contar comigo para o que for preciso". Decidi então que ia regressar a Lisboa.

 

E aqui estou, já em minha casa. Comprei um ramo de flores brancas. Às 22.30 é o velório e eu vou estar lá. Amanha às 9 é o funeral e eu la estarei. Não conhecia muito bem a mãe dela. Nem sei o seu nome. Mas sei o nome da Mafalda. Sei que ela é minha amiga. E por muito forte que seja, sei que quero estar lá para lhe dar um abraço. Para lhe mostrar que pode contar comigo.

 

E sou catolica. Quando rezei apenas fiz um pedido

 

"Fica a ver por ela por favor. Ela pode parecer muito crescida mas fica a tomar conta dela, fica a olhar por ela, ela precisa de ti. Seja onde for que estejas fica com ela. Fica com a tua filha. Ela precisa de ti. Quando à noite ela se deitar na cama, no escuro do quarto e começar a chorar com saudades tuas, está lá por favor. Ela precisa mais de ti do que de qualquer outra pessoa. Fica por favor"

 

Desculpem, precisava de desabafar. A Mafalda não vai ler isto, mas eu queria que voces soubessem que ela existe. Que é uma lutadora e uma vencedora. Que é uma rapariga que eu adoro.

 



publicado por Sandy às 20:38 | link do post | comentar

23 comentários:
De Joana Maria a 6 de Agosto de 2009 às 21:58
Ólá Sandy! Estás-te a dar bem com as minhas pautas? Percebes tudo? Se houver alguma duvida, é só pergundas ;)
Se nao perceberes o ritmo das dunas, diz que eu tento arranjas uma maneira de to mostrar (: Se fores fã dos Cebola Mole, podes tentar o Joli (és o cão da malta) também é fácil de tocar, embora eu ainda nao me tenha dedicado a essa.

Beijinhos, e qualquer coisa já sabes! :D


De S a 6 de Agosto de 2009 às 22:14
A mafalda merece mesmo um post dedicado a ela, pela coragem, pela força e vida que vê, é a prova da formça dos humanos, apesar de tudo o que já passou continua a lutar, coninua a viver... muitas vezes as pessoas mais sensiveis, parecem as mais insensiveis...
Fizeste bem voltar a Lisboa, ela vai precisar muito do teu apoio...
Fizeste bem desabafar...


De Sandy a 7 de Agosto de 2009 às 13:33
Pois merecia. Ela tem uma força... Apesar de ter sido muito triste, acho que hoje tive uma das melhores alturas do meu ano.

Depois de terem enterrado o caixão e ela virou-se para tras e olhou para mim eu abri-lhe os braços e ela abraçou-me com tanta força. Encostou a cabeça ao meu ombro e começou a chorar, pela primeira vez no funeral. Eu abracei-a e disse-lhe que ia estar sempre com ela.

Pode parecer ridiculo porque eu tambem chorei e estava a sofrer, mas foi um dos melhores momentos porque senti que estava ali, que podia protege-la e que ela tinha confiado em mim para chorar. Que se tinha vindo apoiar em mim. Que me deixava ajuda-la.

Apesar de toda a tristeza, sinto-me bem por saber que vou poder ajuda-la.


De S a 7 de Agosto de 2009 às 13:54
Não há nada de ridiculo, é normal que te tenhas sentido bem por poder ajuda-la...
e ter o teu papio vai ser muito bom...
como vai ser agora com ela? com que vai viver?


De Sandy a 7 de Agosto de 2009 às 14:01
Com a tia, irmã da mãe. Uma senhora solteira, sem filhos que nunca quis ter filhos porque sempre detestou a ideia de ter de cuidar de crianças ou jovens...

Houve um dia que a mafalda estava a viver com ela e pediu-lhe para ir ter connosco para passar um dia. A tia disse que nem pensar que se ela queria companhia ficava com ela. A resposta da Mafalda: " Para aquilo que falas mais valia ficar um dia inteiro a conversar com animais" (a mafalda tem um feitio complicadito. Mas ela para dar esta resposta ja tinha de estar mesmo muito chateada).
A tia nada disse, apenas para ela ir para o carro. Resultado: Mafalda passa um dia inteiro sozinha no zoo de sete rios.

Enfim. Acho que vão acabar por se dar bem.. Espero eu.


De S a 7 de Agosto de 2009 às 14:22
Não há nada que una mais as pessoas do que a dor... mas ao inicio vai ser complicado... A Mafalda é uma rapariga forte...


De Sandy a 7 de Agosto de 2009 às 14:27
Espero que tenhas razão. Mas a Mafalda é imprevisivel, acaba sempre por tornar o que parece impossivel possivel. Acredito que vai superar isto melhor do que alguma vez pensamos.


De S a 7 de Agosto de 2009 às 15:19
Eu também sou imprevísivel... Pois, mas geralmente as pessoas muito fortes, sofrem interiormente...


De Sandy a 7 de Agosto de 2009 às 15:34
O que acaba por ser ainda pior =(


De S a 7 de Agosto de 2009 às 15:54
muito pior...


De Young MJ* a 7 de Agosto de 2009 às 00:13
Olá!

Fiquei chocada com este post...vocês têm a mesma idade do que eu(embora que eu vou fazer 18 anos), A tua amiga precisa de apoio, dá.lhe o teu ombro, dá.lhe a tua presença...um abraço bem forte bem sentido em que ela possa sentir força.
É tão triste ver assim,o futuro da tua amiga, da Mafalda. ela está orfão, tenho tanta pena dela, sinto.me comovida, mas quem não fica com tal situação? estou triste...a vida está a ser tão injusta para ela..Porém, eu acredito que ela vai ser forte e que o futuro vai.lhe dar muitas alegrias, muita felicidade.Se ela não for feliz na sua vida, quem será??? é muito injusto nós estarmos sempre felizes e os outros que passam por tais tristezas não o serem?! Temos que acreditar que a mãe dela estará sempre a vigiá.la agora a Mafalda tem dois anjos da guarda, o pai e a mãe!!!
Muita força para a tua amiga...!Hoje também irei rezar pelo futuro da tua amiga!!!

*beijinhoooos!


De Sandy a 7 de Agosto de 2009 às 13:37
A Mafalda merece mesmo ser muito feliz. Tem lutado demasiado por isso.
E sim eu tenho esperança que os pais fiquem a tomar conta dela, seja onde for que estejam. Ela precisa deles. E de todo o apoio que possa ter.

Muito obrigada =)

Beijinhos*


De Young MJ* a 7 de Agosto de 2009 às 13:41
FORÇA!!! E dá.lhe muito apoio!!!

*beijinhooos


De Sandy a 7 de Agosto de 2009 às 14:13
Vou dar =) ela precisa... E mais do que precisar: ela merece!
Desde ontem que me dizia "Oh nao era preciso teres vindo, tu estavas de ferias..." a unica coisa que dizia "eu vim porque quis e tu mereces isso e muito mais"
E é verdade. Mas acho que agora ela precisa de tempo. Depois quero ver se ela vem de ferias comigo.


De Young MJ* a 7 de Agosto de 2009 às 14:20
Sim, ela merece tudo!!!!
Acho muito bem que ela vá de férias contigo, vai.lhe fazer bem!!!
O tempo vai ser muito importante para ela...:)


De Tooty a 7 de Agosto de 2009 às 01:41
Ohh cuitadinha da tua amiga!
Eu arrepiei me ao ler essa mensagem!
:S

Meu Deus nem sei o qe dizer!!
:S

Beijinhus


De Sandy a 7 de Agosto de 2009 às 13:38
Como te percebo... Nestas situações parece que todas as palavras são despropositadas. Fora do lugar, que não fazem sentido.

Beijinhos*


De Marafadinha a 7 de Agosto de 2009 às 10:47
Muito triste essa situação. Ainda bem que tem uma amiga como tu.
MAs agora há que ajudá-la a seguir em frente.
;)


De Sandy a 7 de Agosto de 2009 às 13:39
Obrigada =) Sim, vamos seguir em frente porque ela ainda tem muito para mostrar. Aquela força dela vai-lhe trazer o que de melhor a vida tem.

Beijinhos*


De Tixa a 7 de Agosto de 2009 às 16:04
olá

até me vieram as lágrimas aos olhos :(

é mesmo uma situação complicada, mas com o teu apoio de certeza que tudo vai ficar melhor...

beijocas e apoia-a ao máximo


De Sandy a 7 de Agosto de 2009 às 16:13
Obrigada =) tambem espero que sim

Beijinhos*


De Tixa a 7 de Agosto de 2009 às 17:26
é sempre bom saber que podemos contar com alguém nos piores momentos ^^,


De Joana Maria a 7 de Agosto de 2009 às 18:07
Oi Sandy! Não te preocupes muito com isso. Só serve para contares os tempos da música. São os compassos. Existem vários tipos de compasso. O mais conhecido é o compasso quaternário (4/4) ou seja, cada compasso tem a duração de quatro tempos. Normalmente serão quatro notas nesses compassos, mas há umas que duram mais e outras que duram menos

http://pt.wikipedia.org/wiki/Compasso_(m%C3%BAsica)

Tens aqui neste link uma explicação completa.
Espero ter ajudado, beijinhos!
Qualquer coisa já sabes :)


Comentar post

mais sobre mim
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
14
16
17
18
19

20
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Feliz Natal!

Dietas

Aniversário

Férias

Primeira vez

Um mês

arquivos

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Posts mais comentados
47 comentários
28 comentários
favoritos

Filha de ninguém


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com