Terça-feira, 22 de Dezembro de 2009

Dia 22 de Dezembro, a minha prima faz 22 anos. Seria suposto ficar feliz por ela, mas não fico. Sinto uma certa melancolia, uma saudade, vontade de voltar atrás no tempo.

Atrás porque o nome dela foi das primeiras palavras que eu disse, foi para ir para perto dela que dei os primeiros passos, era a minha fada e eu adorava-a. Mas as pessoas crescem e talvez pela confiança que ela depositava em mim, contou-me tudo aquilo que eu preferia nunca ter ouvido, fez de mim a sua confidente. E conforme confessava, eu já não via a minha prima, mas sim outra pessoa, alguém que não conhecia, que as suas palavras apenas me criavam um nó na garganta. Afinal, ela não era mais a pessoa que eu conhecia ou imaginava.

E agora faz vinte e dois anos. Não tem objectivos, não tem sonhos, não tem vida. E quando penso nela, apenas uma palavra me vem à mente: decepção.

Mas como me disse há uns anos, quando eu fiquei a saber que ela não era a pessoa que eu pensava Oh és apenas uma miúda, um dia talvez me percebas. Já tenho praticamente a idade dela quando mo disse e felizmente continuo a não perceber.

Seja como for, faz vinte e dois anos. Eu só peço que seja desta vez que ela ganhe juízo.

                    

Ando com imenso trabalho! Isto de festa de Natal para a minha mãe é quase como o apocalipse! Está praticamente a entrar em pânico com tudo o que há para fazer e com o pouquíssimo tempo que temos para o fazer! Acho que ainda não é hoje que vou ao starbucks do chiado

 



publicado por Sandy às 12:28 | link do post | comentar

3 comentários:
De Thosethreewords a 22 de Dezembro de 2009 às 13:17
LOL, sim, é interessante.. Mas, deixa uma pessoa sem tempo x.x é só trabalhos, trabalhos, trabalhos.. E têm que ser feitos com um grau de profissionalismo extremo. Coisa que nao me habituaram no secundário xD então este primeiro ano está a ser dificil.
Ahaha, de nada ^^'

Quanto à tua prima, acredito que esteja a ser complicado :c Ainda para mais se a consideravas a tua "fada". Mas a verdade é que as pessoas crescem, começam a ter outro nível de vida, outros objectivos (se bem que tu dizes que ela não os tem. Eu não acredito nisso. Objectivos ela deve ter, podem é não ser os melhores e relevantes.)
Talvez encontres essa imagem de "fada" noutra pessoa (: Talvez ela nem fosse mesmo digna desse cargo.
Btw, a foto está tãããão fofa *-*
Agora, nada de tristezas. O Natal está a chegaar :3


Beijinho *


De Marafadinha a 22 de Dezembro de 2009 às 21:17
Tenho uma situação semelhante com um primo. Idolatrava-o quando era miúda e na adolescência percebi o quanto estava enganada e que, afinhal, ele não gosta da família.
Coisas tristes que nunca esquecemos mas a vida continua e ainda bem que soubemos escolher outro caminho.

A tua mãe é como a minha então. Será que agora que estou a pensar ter filhos também vou ficar assim? cruzes! LOL!
Beijocas


De S a 27 de Dezembro de 2009 às 21:07
às vezes é complicado entendermos o porque de certas coisas, de certas atitudes das pessoas...


Comentar post

mais sobre mim
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
14
16
17
18
19

20
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Feliz Natal!

Dietas

Aniversário

Férias

Primeira vez

Um mês

arquivos

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Posts mais comentados
47 comentários
28 comentários
favoritos

Filha de ninguém


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com